2 de agosto de 2019

Procon-JP notifica Energisa para que explique falta de luz no Mercado Central e demora no atendimento

Evanice Gomes

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor notificou a Energisa para explicar a demora na resolução da pane que deixou o Mercado Central sem energia elétrica desde às 13h da quinta-feira, 1º de agosto, bem como o tipo de problema que acarretou a situação. A religação da luz foi resolvida por voltas das 12h30 desta sexta-feira, com a intermediação do Procon-JP junto à operadora de energia elétrica

A falta de luz deixou o Mercado Central às escuras por quase 12h, com os pequenos comerciantes preocupados em perderem produtos perecíveis, além da falta de segurança que esse tipo de problema traz. O secretário DO Procon-JP, Helton Renê, informa que o local estava completamente às escuras e sem nenhum equipamento elétrico funcionando:

“Um mercado do porte do Central ficar sem energia elétrica por tantas horas é muito complicado. Por isso envidamos esforços para que a Energisa resolvesse o problema imediatamente, já que, no primeiro contato, a previsão era de que o serviço só seria feito na próxima terça-feira, 6, o que seria um caos para os comerciantes por ser justamente no final de semana, onde ocorre o maior volume de vendas no local”, salienta Helto Renê.

Perdas – Helton Renê orienta aos consumidores que sofreram algum tipo de perda que procure o Procon-JP para que as providências sejam tomadas. “Como muita gente trabalha com produtos perecíveis e que precisam de refrigeração, pode ter havido algumas perdas. Os comerciantes que se sentirem prejudicado podem acionar o Procon-JP”.

10 dias – O titular do Procon-JP explica que a Energisa tem um prazo de 10 dias para proceder as justificativas sobre o problema e a demora na resolução. “A priori, já deu para perceber que houve um ‘estouro’ no transformador de um poste do local, mas não temos certeza. Então pedimos esclarecimentos à operadora de energia elétrica através de um relatório mais detalhado. Adianto que a Energisa atendeu nossa solicitação de pronto e o problema foi resolvido sem maiores danos”.

Atendimentos do Procon-JP na Capital

Sede – segunda a sexta-feira: 8h às 14h na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá

MP-Procon – segunda a sexta-feira: 8h às 17h na sede situada no Parque Solon de Lucena, Lagoa, nº 300, Centro

Uninassau: segunda a sexta-feira das 8h às 17h, no Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Uninassau, na av. Amazonas, 173, Bairro dos Estados

Telefones: 3214-3040, 3214-3042, 3214-3046, 2107-5925 (Uninassau) e 0800 083 2015

Instagran: proconjp





©2015 | PROCON JP | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Rodolfo Abrantes

Avenida Dom Pedro I, nº 473, Centro , João Pessoa – PB. CEP: 58013-020. Central Telefônica - +55 (83) 3214-3040 - SAC: 0800 083 2015