31 de dezembro de 2017

Procon-JP realiza 84 pesquisas e levanta preços de mais de 2,9 mil produtos

Evanice Gomes

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) realizou 84 levantamentos de preços em 2017, somando 2.940 itens pesquisados em 2.993 estabelecimentos visitados. Além dos produtos rotineiros, a exemplo de combustíveis, carne, hortifrutigranjeiros e pão francês, foram listados preços de artigos para datas específicas como Carnaval, São João, Natal, dias das Mães, dos Pais, das Crianças etc.

O setor de Pesquisa, pode-se dizer, trabalha também a prevenção da defesa do consumidor. De acordo com o secretário Helton Renê, os levantamentos, além de coletarem os preços e indicar onde adquirir o produto mias barato, faz a relação comparativa de alguns produtos como combustíveis e gás de cozinha. “Essas pesquisas comparativas mantêm uma base para nossa análise de cálculo quando esses produtos sofrem reajustes, o que nos mantém alerta e evita possíveis abusividades”.

O titular do Procon-JP acrescenta que “esta também é uma forma de proteger o consumidor”. A realização de pesquisas de preços, tanto para produtos que são necessários no dia a dia do consumidor quanto aqueles que são sazonais, específicos de datas comemorativas, não é apenas para indicar onde comprar mais barato e, assim, economizar no orçamento mensal, mas, também tem um alcance educativo, mostrando às pessoas que às vezes, a comodidade em comprar em um só lugar não compensa”, esclarece Helton Renê.

Responsabilidade – A coordenadora do setor de Pesquisa do Procon-JP, Suênya Rodrigues, afirma que o trabalho é de muita responsabilidade. “De posse da tabela de coleta dos preços dos produtos, nós vamos até ao estabelecimento e levantamos os preços, em trabalho manual com extremo cuidado, para não incorrermos em erro. Um único equívoco pode colocar toda a pesquisa a perder”, disse Suênya, salientando que ao final do

trabalho em campo, o gerente que autorizou a presença dos pesquisadores no local, confere e assina a tabela com os preços levantados.

Os produtos – Este ano foram realizadas pesquisas para preços de combustíveis, carne, hortifrutigranjeiros, artigos para carnaval, material escolar, pão francês, pescado, restaurantes. flores, milho, comidas típicas das festas juninas, fogos de artifícios, gás de cozinha, água mineral, perfume, estacionamento, leite, brinquedos, medicamento genérico, academias de ginástica, material de construção, produtos para a ceia natalina e pacotes para o Réveillon.

20 de combustíveis – Para Helton Renê, os números apresentados pelo setor de pesquisa do Procon-JP demonstram a preocupação no que concerne à prevenção. “Realizamos mais de 20 levantamentos de preços ao longo de 2017 para os combustíveis devido aos sucessivos reajustes aplicados pelo Governo Federal. Nosso monitoramento foi para evitar que houvesse abusos quando esses aumentos chegassem às bombas, prejudicando o consumidor”.

O secretário acrescenta que, por várias vezes, o Procon-JP notificou os donos dos postos da Capital para que apresentassem as notas fiscais de compra do produto nas refinarias. “Fizemos isso baseados nos preços levantados por nossas pesquisas. Então, certamente, nosso setor de Pesquisa fez um trabalho preventivo na defesa do consumidor ao acompanhar esses preços, muitas vezes, duas vezes ao mês”, explica Helton Renê.

Número de pesquisas: 84

Produtos pesquisados: 2.940

Estabelecimentos pesquisados: 2.993





©2015 | PROCON JP | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Rodolfo Abrantes

Avenida Dom Pedro I, nº 473, Centro , João Pessoa – PB. CEP: 58013-020. Central Telefônica - +55 (83) 3214-3040 - SAC: 0800 083 2015