25 de dezembro de 2017

Procon-JP dá dicas de como economizar para as compras do Réveillon

Evanice Gomes

Passada as festas natalinas, é hora de pensar nas comemorações para a chegada de 2018. É importante festejar mais um ano que se inicia? Com toda certeza, mas, também é importante planejar e ponderar as despesas para esse ‘festival’ de festas e evitar que janeiro se torne uma dor de cabeça financeira. Considerando o desejo dos consumidores pelas comemorações da época, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP), dá dicas de como não extrapolar nos gastos com o Réveillon.

Aproveitar as ‘sobras’ e não desperdiçar produtos que não foram usados nas festas natalinas. Comprou comida e bebida além da conta? Roupas? Aproveite-as para os festejos do Réveillon. O secretário do Procon-JP, Helton Renê, aconselha que as pessoas devem se lembrar que o mês de janeiro traz muitas despesas extras e que qualquer economia é válida. “Observe a data de validade dos produtos perecíveis e o que for bom para o consumo deve ser aproveitado. Economizar é a palavra da vez”.

Uma outra dica é a divisão das despesas para quem for celebrar o momento com familiares e amigos. “Nesse caso, é muito salutar dividir a despesa ou entrar no sistema em que cada um leva um prato e/ou bebida de sua preferência. Também deve ser algo planejado e listado para garantir que determinados pratos não seja muito repetido, por exemplo”.

Mercados e feiras livres – Como as ‘coisas’ do réveillon sempre são deixadas para a última hora em detrimento do momento natalino, uma forma de economizar é iniciar as compras um dia depois do Natal. “Quem se anteceder vai ter mais tranquilidade porque vai evitar filas e o estresse provocado pelo barulho e ‘encontrões’ em corredores de lojas lotados de gente. Quem vai comprar bebidas e carnes pode aproveitar promoções em mercados atacadistas. Quando precisar de itens frescos e mais baratos, as opções são as feiras livres mais perto de sua casa”, orientou Helton Renê.

Presentes – Se ainda for presentear, faça antecipadamente uma lista com os nomes e considere o quanto irá gastar com cada pessoa. “É necessário ter uma visão ampla das despesas e considerar as melhores formas de pagamento. Não se deve esquecer que em janeiro há outras despesas como IPVA, IPTU, material escolar etc”, relembra o secretário.

Impulso – Outra dica do titular do Procon-JP é sobre o cuidado com o ímpeto em compras não planejadas, usando o cartão de crédito sem nenhum planejamento e comprometendo o orçamento financeiro por vários meses. “Pesquisar e comparar preços em pelo menos três estabelecimentos e sempre negociar formas de pagamento, pedindo descontos, especialmente se a compra for pagar à vista, é o mais recomendado. Contenha o impulso de comprar o que não necessita”.

Serviço de atendimento do Procon-JP

SAC – segunda-feira a sexta-feira: 8h às 14h na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá

Telefones: segunda-feira a sexta-feira das 8h às 14h: 0800 083 2015, 2314-3040, 3214-3042, 3214-3046

MP-Procon – segunda-feira a sexta-feira: 8h às 17h na sede situada no Parque Solon de Lucena, Lagoa, nº 300, Centro





©2015 | PROCON JP | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Rodolfo Abrantes

Avenida Dom Pedro I, nº 473, Centro , João Pessoa – PB. CEP: 58013-020. Central Telefônica - +55 (83) 3214-3040 - SAC: 0800 083 2015